HISTÓRIA

A expertise da Wagnerpar urbanismo nasceu de conhecimentos e experiências acumuladas em mais de 30 anos e que revolucionaram o conceito de veranear no litoral norte do Rio Grande do Sul, a partir da implantação do Balneário CAPÃO NOVO, em 1980. Um projeto inédito para época, de uma implantação que conta com um parque de lazer próprio, de 103 mil metros quadrados, com calçadões, playgrounds, quadras esportivas, ringue de patinação, clube social, livrarias, bares, restaurantes e área exclusiva para shows e eventos.

Alguns anos mais tarde, em 1997, a vocação de inovar viria para ditar a nova tendência - iniciava a era dos condomínios residenciais no litoral gaúcho. O ATLÂNTIDA LAGOS PARK – primeiro condomínio fechado de terrenos, sinônimo de charme e requinte até hoje e o CONDADO DE CAPÃO – primeiro condomínio de terrenos de Capão da Canoa, que hoje conta com o maior índice de moradores permanentes em condomínios do litoral gaúcho.

Mas foi a partir da implantação do BOSQUES DE ATLÂNTIDA em 2006, localizado no último endereço nobre do balneário de Atlântida, com uma área de 65.000 m² de mata nativa preservada, que a assinatura Wagnerpar Urbanismo passou a ditar a nova tendência dos condomínios de lotes, onde um público exigente e diferenciado encontrou o alto padrão estético, com conforto e segurança, aliado à solidez de um investimento de altíssima valorização.

Na seqüência do “Bosques” vieram outros sucessos absolutos de vendas, o ENSEADA LAGOS DE XANGRILÁ – um empreendimento de alto padrão feito em parceria com a Goldsztein Cyrela, construído em uma área de 72 hectares, junto ao acesso principal de Xangri-lá, o condomínio COSTA SERENA – projeto em desenvolvimento na praia de Capão Novo e, mais recentemente, o LAGOS DE SÃO GONÇALO, primeiro condomínio de alto padrão a ser construído em Pelotas, numa área de 35 hectares, localizado junto à rótula de acesso das Avenidas Ferreira Viana e São Francisco de Paula. Ambos empreendimentos em parceira com a Idealiza.